...


Eu vou me acumulando, me acumulando, me acumulando. Até que não caibo em mim e estouro em palavras. (Clarice Lispector)

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

O que importa?


Por que eu deveria me importar?
Se quando eu chorei você sorriu
Se quando tentei falar você me interrompeu
Me provocou, desrespeitou, desdenhou e julgou
E agora como previsto, vem todo "Madaleno" Arrependido
como se nada tivesse acontecido?
Me poupe do seu discurso vazio. O fato é que agora dei de achar que mereço ser bem tratada, vê se pode?
Cansei! E antes que vc diga, não estou me fazendo de vítima não
É só um desabafo breve, apenas a minha verdade, 
depois você conta a sua pra quem interessar possa.
Ah, mas não vale contar só do último pingo, aquele que fez a àgua transbordar.
Postar um comentário