...


Eu vou me acumulando, me acumulando, me acumulando. Até que não caibo em mim e estouro em palavras. (Clarice Lispector)

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Crises


O corpo dói, já não é mais o mesmo.
Hoje pensei como era a minha vida há um ano e a dois anos atrás.
Não consigo chegar a uma conclusão se eu era mais feliz ou se eu era apenas menos consciente das coisas.
Sempre me pergunto se é realmente bom a gente saber das coisas, penso que quando elas estão no campo do inconsciente parece ser mais fácil.
Não é que seja mais fácil, mas é que a gente consegue não pensar nelas com tanta frequência, vivemos no estado automático das coisas.
É... pensando bem, acho que também não é muito bom viver assim.
Talvez o conhecimento seja bom, no entanto, o medo nos faz pensar que não é. O medo do novo, do desconhecido, de ter que lidar com sentimentos e frustrações que deixamos guardados nas gavetas do subconsciente por anos, talvez por uma vida ou meia vida.
Não sei bem, me parece que estamos bem confusos por aqui.
Organizemos!



Postar um comentário