...


Eu vou me acumulando, me acumulando, me acumulando. Até que não caibo em mim e estouro em palavras. (Clarice Lispector)

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Máscaras


Talvez fosse mais fácil, se eu fosse menos sensível, mais segura, nenos carente, mais independente, mais decidida, menos inconstante. Pudera eu ser assim. Mas o que sou são só esboços inacabados do que quero ser, nessa incansável busca por sobreviver.
Neste momento tudo que eu queria era o improvável... Você, chocolates, vinho, uma boa música e um pouco de compreensão. 
Seria muito?
Postar um comentário