...


Eu vou me acumulando, me acumulando, me acumulando. Até que não caibo em mim e estouro em palavras. (Clarice Lispector)

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Inquietações


Eu quiz fugir pra bem longe daqui, eu quiz parar o tempo só por um segundo, eu quiz matar porque você não estava aqui, eu quiz morrer pra não mais ter esse sentimento comigo e agora tudo o que quero é apagar da minha memória tão congestionada esses flashes que volta e meia insistem em aparecer na minha frente como faróis ofuscantes. Ultimamente, nem tenho mais tentado fugir, e isso é o que tem causado maior dor, ao menos essa dor não vem vazia, traz sempre junto algo que me empurra pra frente, mesmo que tenha um gosto amargo no início (e às vezes não só no início). É profundo demais pra que seja simples, é amargo demais pra que algum dia seja doce e talvez seja compreensivel apenas por quem tem a alma inquieta.
Postar um comentário