...


Eu vou me acumulando, me acumulando, me acumulando. Até que não caibo em mim e estouro em palavras. (Clarice Lispector)

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Mais Devaneios...



Déficit de normalidade, paradóxos me acompanham.
Gente chata essa que vive tentando ser "normal", pior são os que nem sabe quem são, vivem como que empurrados pela correnteza, bem daquele jeito Zeca Pagodinho de ser: "Deixa a vida me levar...". Eu prefiro ser Pensante, ainda que não lúcido, ainda que não sóbrio, ainda que não coerente... Penso...
Pensamentos estes que por vezes parecem dominar meu ser, chega a doer. Engraçado? Só se for para os expectadores que vêem o que é externo.
Essa dualidade é dilacerante pra quem sente. Nessas horas só quero colo, compreensão e bem ditas palavras que me façam sentir amada, mesmo que seja só um amor inventado, isso ja me faz melhor, não que eu me contente com pouco, pelo contrário necessito de muito, mas em alguns momentos o pouco já parece muito.
Contraditório como sempre.
Postar um comentário