...


Eu vou me acumulando, me acumulando, me acumulando. Até que não caibo em mim e estouro em palavras. (Clarice Lispector)

terça-feira, 20 de abril de 2010

A estranha

Como entender essa estranha criatura?
Ama intensamente... Odeia loucamente...
Postar um comentário