...


Eu vou me acumulando, me acumulando, me acumulando. Até que não caibo em mim e estouro em palavras. (Clarice Lispector)

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Devaneios Bipolar


Sei que esse troço de idade é muito relativo e que a gente tem a idade que a gente pensa que tem, porém confesso que me dá um certo desespero toda vez que me olho no espelho.
Parece que não me vejo mais. Antes que me digam:
- Aff pare com isso vc é jovem.
Tá bom eu sei que 34 anos nem é tão velha assim, mas pense, posso ter vivido ja a metade de minha vida, ou menos, sei lá.
Tantas coisas que eu ainda queria fazer, tantas que eu queria ter feito quando tinha uns 20 e por mais que me digam que nunca é tarde e que a velhice está na cabeça das pessoas, confesso que não me sinto bem pra fazer algumas coisas, me sinto ridícula dizendo isso, mas é como se eu tivesse fora do contexto e já tivesse passado da hora, a sensação é como se as pessoas me olhassem e disessem: Olha lá, a tiazinha se achando a garotinha. Ah me desculpem o desatino, mas com o aniversário chegando, devo estar em crise, ou TPM ou coisa parecida, sei lá. O fato é que na teoria há tantos motivos para me sentir bem e feliz, mas há momentos em que o contrário disso predomina. Mas ficarei bem, sempre fico.
Postar um comentário