...


Eu vou me acumulando, me acumulando, me acumulando. Até que não caibo em mim e estouro em palavras. (Clarice Lispector)

terça-feira, 15 de maio de 2012

Solidão



Vai ver que essa solidão seja boa pra alguma coisa, só não descobri ainda pra que. É impossível explicar como tanto sentimento cabe dentro duma pessoa nem tão grande assim. A sensação é como se de repente, tudo fosse explodir pelos ares e isso era o que eu queria que acontecesse, mas o que realmente acontece é nada e esse nada me consome por dentro duma forma que parece às vezes que não vou aguentar daí eu choro. Vejo o choro como uma válvula de escape, quando uma pane geral está prestes a acontecer surge uma luz, ou melhor, uma gota salgada que de tão pesada não parece água e sim dor e dor não se mede em litros.
Postar um comentário