...


Eu vou me acumulando, me acumulando, me acumulando. Até que não caibo em mim e estouro em palavras. (Clarice Lispector)

sexta-feira, 9 de abril de 2010

E a hipocrisia fede

Se não fosse a loucura que me acompanha, eu não entenderia muitas coisas, mas eu entendo.
Observo, entendo, compreendo, mesmo que a contra gosto, pois a loucura alheia me parece familiar.
Sorte sua que se diz tão certo, tão lindo, tão perfeito, tão insubistituivel.
É lamentável a quantidade de tempo perdido reparando na janela suja do outro, enquanto isso, você poderia quem sabe limpar a sua pois o vidro está embaçado.
Ao menos eu não possuo essa venda nos olhos, minha louca lucidez não me permite ignorar os fatos. Posso até jogar para baixo do tapete, mas sei que eles estão lá. Ops, desculpem, não sou perfeita, nunca fui e nem serei, mas não posso me calar em meio a manifestações de fingidas virtudes.
É lamentável...

Postar um comentário