...


Eu vou me acumulando, me acumulando, me acumulando. Até que não caibo em mim e estouro em palavras. (Clarice Lispector)

sábado, 5 de julho de 2014

O Sorriso de Monalisa


Aqui assistindo ao filme: O sorriso de monalisa com Julia Roberts e pensando como era difícil ser mulher naquela época em que o que era tido como mais importante para uma mulher, era a nota que o seu marido dava pelo seu comportamento, suas boas maneiras e habilidades domésticas. As mulheres faziam cursos para aprenderem a cruzar as pernas corretamente.
Daí fiquei imaginando o quanto progredimos, porém, ainda sofremos com essa pseudo-igualdade entre os sexos.
Todos nós, em pleno século XXI, ainda temos arraigados um pouco do machismo, alguns têm consciência disso e se esforçam na intenção de quebrar conceitos e desestruturar a cultura machista impregnada. Mas ainda assim, muitas vezes cometemos julgamentos e injustiças.

E isto porque estou falando de pessoas instruídas e politizadas que deveriam ser exemplos e as vezes até são tidas como exemplo, porém, quando deparados com situações da vida real, demonstram total insensibilidade e despreparo para lidar com a sensibilidade e a força feminina.
Postar um comentário