...


Eu vou me acumulando, me acumulando, me acumulando. Até que não caibo em mim e estouro em palavras. (Clarice Lispector)

domingo, 24 de abril de 2011

Olhares


 Da janela o que vejo é um céu que insiste no cinza, aquele mesmo griz de todo sempre. Folhas secas, pessoas indo e vindo meio sem rumo e algumas flores (imaginárias) como todo o resto. Apesar disso, ainda mantenho aquele mesmo olhar de antes, talvez meio nublado, mas ainda é o mesmo...
Postar um comentário